Polícia encontra coala bebé dentro de mala

O caso aconteceu em Brisbane, na Austrália. O pequeno animal, com cerca de seis meses, pesa 1,5 kg.


Uma mulher de 50 anos foi parada pela polícia australiana e detida devido a "assuntos pendentes" com as autoridades. Questionada se tinha alguma coisa a declarar, entregou uma mala verde e disse que lá dentro estava um bebé coala.

Num comunicado divulgado na página oficial da Polícia de Queensland, nesta segunda-feira, as autoridades confessam que nem queriam acreditar no que a mulher estava dizendo, mas, quando abriram a mala encontraram "um lindo bebé coala".

A polícia está, agora investigando as alegações da detida que, garante, ter encontrado o coala bebé na noite que antecedeu a sua detenção. Os coalas são uma espécie protegida na Austrália.

O coala foi entregue à Sociedade Protetora dos Animais. "Ele bebeu muito líquido e está bem. Já encontrámos uma nova casa para ele", acrescentou Michael Beatty.

No comunicado onde divulga a descoberta do coala bebé, as autoridades aproveitam para apelar à população - em geral - que não capturem animais selvagens, sejam ou não espécies protegidas.

Bloco de Notas

IMAGE
Empresa chinesa vende ar de florestas
Uma empresa está vendendo garrafas de ar numa floresta na China. O produto custa cerca de 6,5 € e tem uma duração de 2 minutos. De colares que filtram o ar a meias-calças antinevoeiro, há empresas apostando em produtos originais para os que se preocupam com o ar que respiram.
IMAGE
Põe fogo no carro ao usar isqueiro em posto de gasolina
Os postos de gasolina têm avisos. Não fume nem use isqueiros quando abastecer o seu carro, por exemplo. Mas uma condutora russa da cidade de Surgut, na Sibéria, resolveu ignorar todas as regras do bom senso e usar um isqueiro para olhar a mangueira que abastecia o carro. O momento do desastre foi filmado pelo carro que estava atrás.
IMAGE
Objeto metálico intriga mineiros
Trabalhadores de uma mina de jade na Birmânia encontraram um estranho objeto metálico com mais de quatro metros. A origem do objeto não foi confirmada, mas eles acreditam que possa ser o fragmento de um satélite chinês lançado em março.