Milionário russo quer construir uma "nova" Rússia no Pacífico

Anton Bakov está tentando alugar três ilhas desabitadas no Oceano Pacífico para criar uma Rússia "alternativa".


Anton Bakov é um milionário russo defensor da monarquia, que já esteve ligado à política. Ele e a mulher estão tentando alugar três ilhas desabitadas em Kiribati, situado no Pacífico. Trata-se de um Estado soberano composto por dezenas de ilhas, atóis e recifes espalhados por uma vasta área ao centro do Oceano Pacífico, que vai da Micronésia à Polinésia.

O milionário russo já está em avançadas negociações com o governo de Kiribati e garante que está disposto a investir milhões de dólares na economia local, se for autorizado a alugar as ilhas desabitadas para criar uma Rússia "alternativa", onde pretende instaurar a monarquia e um novo império Romanov.

A monarquia russa foi derrubada com a revolução bolchevique em 1917 e Anton Bakov, que já foi deputado na Rússia, pretende fazer renascer esse tempo. Nos últimos anos, este multimilionário já explorou opções em Montenegro e nas Ilhas Cook, mas parece agora ter a atenção focada no Pacífico, nas ilhas de Malden, Starbuck e Millennium.

Além de recriar o império de Romanov, o empresário promete construir infraestruturas para o turismo e para os negócios locais. Na verdade, segundo o próprio milionário, esta é a maior oferta de investimento que o governo de Kiribati já recebeu e está sendo analisada com toda a atenção.

Em resposta ao jornal britânico The Guardian, Anton Bakov, explicou que se sentiu atraído pelo “clima maravilhoso, ilhas grandes desabitadas ou com pouca população”.

Apesar do seu desejo ser criar uma "nova" Rússia, Anton Bakov reconhece que o clima e a distância serão obstáculos e que, provavelmente, poucos russos irão viver permanentemente nas ilhas. “Talvez um ou dois por cento”, admite. No entanto, acredita que se a ideia avançar outros empresários irão investir mais dinheiro.

Bloco de Notas

IMAGE
Empresa chinesa vende ar de florestas
Uma empresa está vendendo garrafas de ar numa floresta na China. O produto custa cerca de 6,5 € e tem uma duração de 2 minutos. De colares que filtram o ar a meias-calças antinevoeiro, há empresas apostando em produtos originais para os que se preocupam com o ar que respiram.
IMAGE
Põe fogo no carro ao usar isqueiro em posto de gasolina
Os postos de gasolina têm avisos. Não fume nem use isqueiros quando abastecer o seu carro, por exemplo. Mas uma condutora russa da cidade de Surgut, na Sibéria, resolveu ignorar todas as regras do bom senso e usar um isqueiro para olhar a mangueira que abastecia o carro. O momento do desastre foi filmado pelo carro que estava atrás.
IMAGE
Objeto metálico intriga mineiros
Trabalhadores de uma mina de jade na Birmânia encontraram um estranho objeto metálico com mais de quatro metros. A origem do objeto não foi confirmada, mas eles acreditam que possa ser o fragmento de um satélite chinês lançado em março.